Mensagem de dom Francisco- Coleta Solidária

Diocese
29·Janeiro·2019

Amados fiéis, diante do enorme crime ambiental que atingiu mais uma vez o estado de Minas Gerais, na cidade de Brumadinho, nós experimentamos dor e indignação. Dor por causa das centenas de vidas humanas que foram arrastadas junto com a lama tóxica daquela barragem. Indignação porque estamos diante de uma tragédia anunciada e, sobretudo, porque mais uma vez foi agredida nossa Mãe Terra.

Não nos restam outras atitudes a não ser solidarizarmo-nos com os parentes e as famílias que perderam seus entes queridos, com os operários que perderam a sua vida enquanto estavam almoçando no restaurante nos pés da barragem. A atitude de pedir justiça, que seja responsabilizada a empresa e as pessoas dirigentes que não tomaram atitudes necessárias e suficientes para que esta tragédia fosse evitada.

Enfim, temos um motivo a mais para que nossa solidariedade possa se expressar. Em nossa região temos milhares e milhares de famílias que vieram de Minas Gerais, aqui se juntaram com os habitantes que já estavam presentes e fizeram a história de toda nossa região. Queremos também expressar a nossa solidariedade com gesto concreto. Por isso convido e determino que no próximo domingo, 3, nas nossas igrejas e comunidades seja realizada uma coleta que será enviada à Caritas Arquidiocesana de Belo Horizonte. A fim de que, sem passar por nenhuma burocracia, a nossa caridade chegue às famílias e às pessoas que mais precisam, para aliviar a sua dor refazer a sua vida.

Que Deus a todos nos abençoe. Que Deus nos ajude a vivermos entre nós as atitudes dos primeiros cristãos, a se alegrar com quem se alegra e sofrer com quem sofre. Neste caso, o sofrimento das famílias dos irmãos mineiros é também o nosso sofrimento e a nossa dor. 

Dom Francisco Biasin