6º Encontro do Terço dos homens é realizado em Barra Mansa

Diocese
19·Maio·2019

No sábado, dia 18, cerca de 1500 pessoas participaram do 6º Encontro do Terço dos Homens, realizado em Barra Mansa. Com o tema "Fazei tudo o que Ele vos disser" (Jo 2,5), o evento teve início na igreja de Nossa Senhora das Graças, em Volta Redonda, de onde os homens saíram em carreata até o Parque da Cidade, em Barra Mansa. Na programação, palestras, testemunhos, oração, louvor e a Santa Missa presidida pelo bispo diocesano, dom Luiz Henrique. 

"A presença de vocês, caros membros do terço dos homens, caros homens com as suas famílias, nesse momento, mostra essa vitalidade da Igreja, homens rezando de joelhos, como São José, pais de família, esposos dedicados ao Reino, servidores do Evangelho. Mostra como a Igreja está viva, atuante no mundo, na sociedade sustentada pela ação de Deus", enfatizou dom Luiz Henrique.  O bispo, ao refletir sobre a liturgia do dia, falou sobre o amor autêntico e a perseverança em permanecer com Cristo. "Mesmo com as dificuldades, a nossa missão e a nossa convicção nos faz permanecer com Cristo na Igreja d'Ele, com os irmãos. Isso é amor, proximidade, ser mariano, ter coração mariano. O Evangelho encarnado no nosso dia a dia, no nosso amor e nossa fidelidade a Deus. Hoje, concluindo esse encontro tão bonito, que renove em nossos corações essa piedade mariana autêntica, esse amor encarnado, essa vida em Cristo na fidelidade, no despojamento, na entrega em todos os momentos, até nos mais difíceis, porque Deus quer permanecer conosco", concluiu.

Início de uma nova peregrinação

O encontro marca o encerramento de um ano de peregrinação das imagens nas comunidades da região pastoral, que deixou  Volta Redonda e a partir do 6º encontro a imagem seguirá em peregrinação durante um ano na região pastoral de Barra Mansa, como explicou o diácono Adalberto. "A maior motivação de todos nós é louvar e agradecer a Deus por intermédio de Nossa Senhora Aparecida, que é a padroeira do Terço diocesano, para agradecer o que Deus mesmo idealizador sobre a vida de cada um de nós neste ano e já agradecendo aquilo que possa vir sobre a vida de cada um na esperança desse novo ano de peregrinação", disse o diácono que acompanha o movimento. 

 Sobre o movimento

Apesar de ser formado por grupos de homens, a iniciativa abrange toda a família, como exemplo de fé e devoção que começou a ganhar força na última década, em capelas do interior do Nordeste. Aos poucos, outros grupos foram criados e estão espalhados por todo o território nacional. Na Diocese de Barra do Piraí - Volta Redonda são mais de 3 mil homens, em diversos grupos das quatro regiões pastorais.