Terço pela Paz no Rio chega a sua 3ª edição na diocese

Diocese
20·Maio·2019

Nas orações para a vida pessoal ou em intenção do coletivo, o pedido era o mesmo, a Paz! Assim foi a terceira edição do Terço pela Paz, recitado em Barra do Piraí, na Praça Nilo Peçanha, em frente à igreja São Benedito, no Centro. A oração foi transmitida pela rádio Sintonia do Vale (98,9 FM) e pela Rádio Catedral (FM 106,7) no fim da manhã desta segunda, dia 20. Mais de cem pessoas participaram desse momento de devoção mariana. A jornada de oração está sendo promovida em todas as dioceses do estado do Rio desde o dia 13 e segue até o dia 23. A aposentada Maria de Lurdes Borges disse que chegou à praça bem adiantada, escolheu um lugar para se sentar na sombra e assim, em paz, pediu o mesmo para todo estado do Rio.

?A gente ficou sabendo na igreja que ia ter esse momento e que o bispo novo estaria aqui também. Então eu adiantei tudo lá em casa e vim para cá. O mundo está muito violento. A gente precisa rezar e cobrar do governo", destacou.

Os mistérios foram rezados por pessoas que tiveram em suas vidas perdas de entes queridos dizimados pela violência, entre os quais vítimas do trânsito e de assassinatos por armas de fogo. "A violência nacional reflete também aqui na cidade de Barra do Piraí. Tivemos um assassinato de um jovem aqui no final de semana. Um jovem que não teve as mesmas oportunidades dos outros. Então a resposta do povo aqui na praça foi esse desejo de paz que deve povoar o coração de todo filho e filha de Deus. Na liturgia de domingo Jesus declarou que são filhos e filhas de Deus aqueles que amam o próximo...que a gente saiba fazer desse mandamento do amor uma realidade em nossa vida, em nossa sociedade, família e no trânsito. Isso é trabalho de todos nós. Que o Senhor nos faça homens e mulheres instrumentos de sua paz?, disse padre Juarez Sampaio, pároco da Paróquia Única de Barra do Piraí e do setor São Benedito, que recebeu o Terço.

Nos outros anos, o Terço foi realizado nas regiões pastorais de Volta Redonda (2017) e Barra Mansa (2018). Essa foi a primeira participação de dom Luiz Henrique, como bispo diocesano, na recitação do Terço pela Paz. O bispo visitou a Igreja de São Benedito e recebeu as boas-vindas do povo do setor durante a sua passagem. Ao falar sobre a iniciativa do Terço, dom Luiz Henrique destacou que essa foi mais uma experiência marcante dessas primeiras semanas como bispo diocesano. "Foi muito especial estar aqui com esse povo de Deus simples, que sofre muito por causa da violência e da falta de paz. Pedimos a Deus que ilumine nossos governantes, aqueles que podem direta ou indiretamente contribuir pela paz no mundo e na sociedade. Continuemos pedindo o dom da paz e sendo uma presença de paz para o irmão", disse.

Nessa terça-feira, dia 21, foi a vez dos moradores da diocese de Valença. O encontro foi na Praça da Estação em Paty do Alferes. Na quarta, o Terço será na Praça Cônego Crescêncio Lanciotti em Cantagalo, diocese de Nova Friburgo e o encerramento será na Praça São Salvador em Campos dos Goytacazes, na quinta, dia 23. Também receberam a iniciativa as dioceses: Segunda-feira, 13 de maio: Arquidiocese do Rio de Janeiro (Largo da Carioca). Terça-feira, 14 de maio: Arquidiocese de Niterói (Estação das Barcas). Quarta-feira, 15 de maio: Diocese de Duque de Caxias (Praça do Relógio em Caxias). Quinta-feira, 16 de maio: Diocese de Nova Iguaçu (Praça do Chafariz em Nilópolis). Sexta-feira, 17 de maio: Diocese de Petrópolis (Calçadão de Magé) e Sábado, 18 de maio: Diocese de Itaguaí (Praça Robert Simões em Mangaratiba).