Dom Luiz Henrique se reúne pela primeira vez com prefeito de Volta Redonda

Diocese
09·Setembro·2019

Na manhã desta segunda-feira, dia 09, o bispo da diocese de Barra do Piraí - Volta Redonda, dom Luiz Henrique, recebeu o prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, para um primeiro encontro desde que tomou posse como bispo diocesano, em maio deste ano. 

"Ainda não tinha conhecido o prefeito. Então combinamos essa conversa pela manhã. Partilhamos as preocupações da nossa cidade. A Igreja está aqui para colaborar e contribuir para o bem do nosso povo. Então foi um primeiro contato. O objetivo primeiro da Igreja é a evangelização, mas nos preocupamos com o bem-estar do nosso povo", disse dom Luiz Henrique, que na ocasião entregou ao prefeito uma carta destacando sua recém-chegada ao município e apresentando um breve relatório realizado a partir da coleta de dados do Setor Social da Mitra Diocesana, destacando sobretudo a necessidade do cuidado com o meio ambiente, por meio de política de valorização da Casa Comum e atenção às cooperativas e associações de catadores do município, fomento à moradia popular e a capacidade de acolhida das demandas apresentadas nos conselhos de direitos, em que fazem parte representantes das pastorais e movimentos da Igreja Católica, como explicou Clemilde Dalbone, assistente social da Cúria Diocesana.

"Vimos de ambas as partes o interesse do diálogo para resolver algumas situações de conflito para os moradores e sempre sentar e discutir juntos para saber a melhor maneira de contribuir juntos para a dignidade do nosso povo", disse Clemilde. 

O prefeito Samuca Silva disse que a conversa já estava prevista por interesse de ambas as partes, mas que estava aguardando dom Luiz conhecer um pouco mais a realidade do município para poder ter esse momento. "Agradeço imensamente a recepção. O primeiro objetivo foi mesmo praticar o diálogo e depois conversamos sobre alguns assuntos que afligem a cidade de Volta Redonda e com certeza a cúria recebe essas demandas pela proximidade com a sociedade. Foram esclarecidos vários pontos e me coloquei à disposição para eventuais debates, mas lembro que temos todos os pontos de vista e atuações para os problemas que a cidade vem enfrentando há mais de 20 anos", destacou. 

Participaram também o Vigário Geral da diocese, pe. Silvio e o assessor do Samuca, Daniel.