Diocese celebra Nossa Senhora Aparecida

Diocese
13·Outubro·2020


Comunidades da diocese e toda a Igreja Brasileira celebraram nesta segunda-feira, dia 12, o dia de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Durante todo o dia devotos se uniram em oração em honra a Padroeira do Brasil, na festa que nesse ano precisou adaptar as comemorações. Devido a pandemia do Coronavírus, as missas e celebrações precisaram se adequar e o número de fiéis foi limitado, evitando aglomerações.

O bispo da diocese de Barra do Piraí/ Volta Redonda, dom Luiz Henrique, presidiu a Santa Missa Solene às 10h na Comunidade Nossa Senhora Aparecida em Itatiaia e às 16h na comunidade Nossa Senhora Aparecida, no bairro São João em Volta Redonda.

Em sua homilia, dom Luiz destacou a simplicidade de Nossa Senhora Aparecida. "Ela é solidária com os mais pobres e necessitados. A imagem de Nossa Senhora, encontrada partida no rio, tem um simbolismo. Mostra que Ela tem uma preocupação com o povo brasileiro, que marcado pela injustiça e o mal, precisava se unir. Assim ela aparece para nós, mostrando estar próxima dos escravizados e oprimidos. Ela é mãe e se preocupa com os filhos mais desamparados. É a figura de Maria que se compadece e nos ensina a ter sintonia com Deus, a superar as dificuldades e sofrimentos confiando no Senhor. Confiemos e caminhemos juntos na fidelidade a Deus, como exemplo de Nossa Senhora", disse.

 

 

 

Igreja celebra novo beato

Também no dia 12, a Igreja Católica celebrou pela primeira vez a memória do Beato Carlo Acutis. O jovem foi beatificado em cerimônia realizada no último dia 11, na Basílica de São Francisco em Assis, na Itália. Carlo morreu de leucemia em 12 de outubro de 2006, aos 15 anos, e é conhecido hoje como exemplo de fé para a juventude católica.

A beatificação de Carlo foi reconhecida pela Igreja depois do milagre realizado no Brasil, em Mato Grosso do Sul. Após tocar uma relíquia com um pedaço da roupa de Carlo, um menino se curou de uma grave doença.