Santa Missa marca  a abertura do Sínodo dos Bispos na Diocese

Santa Missa marca a abertura do Sínodo dos Bispos na Diocese

            A pedido do Papa Francisco, no domingo (17) aconteceu na igreja Nossa Senhora da Conceição, no bairro Conforto, em Volta Redonda a Abertura Diocesana do Sínodo dos Bispos. A celebração eucarística foi presidida pelo bispo diocesano, dom Luiz Henrique e concelebrada por representantes do clero.

            Em suas palavras, dom Luiz destacou sobre a relação da data e o Evangelho meditado. “Em torno do altar nos reunimos para partilhar a Palavra, agradecer a presença real de Jesus que nos alimenta, para iniciar essa caminhada de escuta, de oração e contemplação, movidos pela ação do Espírito Santo, como nos pede o Papa Francisco. Providencialmente iniciamos hoje o processo sinodal a nível diocesano, a pedido do santo padre, Papa Francisco, justamente no dia que meditamos este Evangelho. Um Evangelho que nos faz refletir sobre a nossa caminhada e missão na Igreja”. A experiência sinodal deve ser feita em unidade com toda a Diocese. “A palavra de hoje do Evangelho é muito importante, vamos viver nossa experiência Sínodal na Igreja não buscando privilégios, que uma visão eclesial se imponha sobre a outra. Precisamos caminhar juntos, é necessário que como irmãos caminhemos juntos. O interesse deve ser de Jesus, nada se antepor a Cristo. Se agirmos por desejos que sejam de interesse pessoal do orgulho e do apego ficaremos decepcionados”, explicou dom Luiz.

            O responsável pelo Sínodo na Diocese é o chanceler, padre José Antônio Perry, que também é pároco da paróquia Nossa Senhora da Conceição, em Resende. Ele explicou que a oração e unidade são os pilares para uma boa vivência deste período. “O Papa Francisco disse em sua homília que para que o Sínodo possa ser uma verdadeira da Igreja a ação do espirito é necessário que todos os fiéis se predisponham a toda vivência de oração e adoração. Antes de oferecerem suas contribuições, os fiéis devem se abrir a essa escuta da voz de Deus, que se dá na oração e adoração”.

            Este processo começou no domingo e terminará em outubro de 2023 com o Sínodo dos Bispos. Aos fiéis cabe a dedicação nas orações e o empenho em escutar a voz de Deus. “Fazer Sínodo significa caminhar juntos na mesma direção, como diz o Papa Francisco, não a uniformidade, mas que haja unidade. Vamos sempre caminhar no caminho da unidade, oração e fraternidade”, finalizou dom Luiz Henrique.